AVANTE RENEGADOS!!… Olha só quem ta escrevendo aqui, o Digão!!
Pois é galera, bem vindos ao “Digo-lhes”, aqui vou compartilhar minha experiencia com os diversos tipos de produtos… De games à música! E por que não começar com algo grandioso…

porta
Leeet’s VAMOS!!

Nos últimos anos, diversos tipos de mídia vêm explorando exaustivamente um único assunto: Um mundo pós-apocalíptico. Logo, na indústria dos games vieram diversos jogos intitulados como Survival Games, um novo estilo apadrinhado pelos clássicos Survival-Horror.

No fim de 2011 a produtora Naughty Dog ( a mesma que criou a série Uncharted, uma das mais famosas exclusivas para o PS3), liderada pelo diretor Bruce Straley e Neil Druckmann, anunciou o jogo que futuramente iria revolucionar toda a indústria de games, a partir de um vídeo confuso do Programa Terra produzido pela BBC.


Fungos saindo de insetos… WTF?!?!

A principal idéia do jogo era gerar uma experiência real de sobrevivência, com momentos de ação, e principalmente, contar a história da relação de amizade entre um homem de meia idade com uma adolescente no meio de que restou dos Estados Unidos.

Pois bem, em 14 de Junho de 2013, finalmente foi lançado The Last of Us, um dos mais aguardados do ano que se tornou automaticamente um sucesso de público e críticas.

Permanecemos no mesmo cenário pós-apocaliptico que foi prometido onde grande parte da humanidade foi dizimada a partir do fungo cordyceps. Esse fungo gerou uma contaminação em massa transformando as pessoas infectadas em criaturas canibais horríveis, vulgarmente conhecidos como Infectados.

the_last_of_us_Infected_853
Ô bichin biíto!

Sendo assim, foram criadas diversas zonas de quarentenas que ficaram no comando de militares, em contrapartida temos um grupo chamado Vaga-lumes que luta contra a opressão dos militares.

Em uma zona de quarentena de Boston, controlamos Joel, um contrabandista do mercado negro que atua dentro de uma das zonas de quarentena com a sua parceira Tess. Em um momento da história, Joel se vê obrigado a transportar Ellie, uma adolescente de 14 anos junto com a sua parceira até um grupo de Vaga-Lumes para recuperar uma mercadoria de armas perdido por Tess.

Ellie, Tess e Joel
Ellie, Tess e Joel

Assim, o trio sai da zona de quarentena e começam a percorrer várias cidades dos Estados Unidos observando o quão vil a humanidade havia se tornado, porém eles nunca iriam imaginar que durante essa árdua missão eles teriam que enfrentar desde problemas relacionados à falta de confiança entre os envolvidos até os encontros com Infectados e outros sobreviventes hostis como militares, caçadores e ladrões.

Com personagens muito bem trabalhados, The Last of Us consegue fazer com que você fique preso a cada momento da história. É impossível pular as cutscenes e não prestar atenção nos diálogos entre Ellie e Joel que rolam durante o jogo. A relação dos dois cresce como amor de pai e filha.

6v9ru24qvhrh9k1vsmotvdk5f
Cenários incríveis!

lastofusentrevista_kotakubr03

Cada elemento visual é muito bem desenvolvido. As expressões dos personagens, os gestos e a forma de caminhar de cada um é muito realista. Os cenários são incríveis, tudo é muito vivo. A Naughty Dog soube cuidar de cada detalhe das cenas, a textura dos objetos e os lugares, parece mesmo que aquele ambiente caótico existe. Carros e prédios destruídos, a natureza  tomando o lugar no meio dos destroços, tudo é fascinante.

"Faça os seus tiros valerem a pena..."
“Faça os seus tiros valerem a pena…”

Boa parte do jogo demanda um pouco de estratégia de combate. A munição no jogo é um tanto escassa, e é importante que cada tiro valha a pena. Um erro e todo o seu plano vai para o espaço, esses momentos são sempre tensos.

É preciso decidir qual é a melhor opção, enfrentar os inimigos cara a cara, ou derruba-los furtivamente?  Tudo vai depender do tipo de inimigo que você está enfrentando e até mesmo dos equipamentos que você possui. Durante o jogo, você pode coletar diversos objetos que servem de peças para aperfeiçoar suas armas e até mesmo construir explosivos, Kits médicos, etc. Habilidades também vão sendo melhoradas durante o jogo, e a escolha delas também é importante no decorrer da aventura. Os combates corpo a corpo são bem brutais, não há limites para a violência quando o assunto é sobreviver.

Sem Limites pra porrada!
Sem Limites pra porrada!
the-last-of-us-gif-pipe-shiv-attack
Armas melhoradas… Junte um taco com pontas de tesoura e faça um machado improvisado!!

O Multiplayer online também é sensacional. Além de ser um Deathmatch, nele você tem um sistema de facções que pode seguir e precisa cuidar de um clã cujo os membros são calculados de acordo com os seus amigos no facebook. Você então deve lutar por matimentos e administrar seu clã para sobreviver.

multiplayer

Uma imersão incrível, com momentos de emoção, tensão e um final que emociona e só te deixa com vontade de jogar o jogo todo de novo!! Eu posso dizer que joguei um filme de 17 horas. A história pode ter elementos considerados clichês, podem também existir algumas situações incomuns demais (licença poética, afinal isso ainda é um GAME), mas o peso disso tudo não chega nem perto do quão grandioso The Last of Us é. Ele fecha muito bem a geração e faço minhas as palavras do Jovem Nerd, “The Last of Us é o jogo da minha Vida!”, é até agora o melhor exclusivo para Playstation 3. Ah… e a dublagem brasileira é MUITO boa!!

Bora zerar no modo Survivor agora!! /o/

PS: Deixo aqui um agradecimento ao meu amigo André Marassa (Brother, gamer mothafocka), que me deu um help foda!

Ass_Digão

@Digao_renegados