Nos últimos 2 anos, principalmente depois do início dos renegados, a maior parte do meu final de semana tem sido destinada a eventos e reuniões com temáticas nerds. Nesses ultimos tempos perdi a conta de quantas reuniões em espaços geeks, gravações em eventos voltados a cultura nerd e porres literários eu já estive e quantas pessoas tanto de outros podcasts quanto de diversas mídias eu conheci com isso. É realmente recompensador pensar que isso tudo aconteceu apenas aos sábados e domingos.
O interessante é quando acontece de o fim de semana inteiro calha de ser dedicado a nerdisses, o que me deixa extremamente animado.

Este ano, assim como muitos outros, eu estava me preparando para eventos de porte bem grande neste tão amado universo (me preparando e preparando a minha carteira também). E só depois de gastar uma certa grana com ingressos, me atentei de que haveriam dois eventos épicos acontecendo no mesmo fim de semana!
Isso aconteceu a um ano e meio mais ou menos no famoso Dia da Toalha, onde nós além de participarmos de uma confraternização com o pessoal do Posto Avançado (extinta skynerd) e fazermos a clássica caminhada devidamente entoalhados, ainda estávamos ávidos com uma sessão de autógrafos no dia seguinte com o Padrinho dos Renegados, Sr. Eduardo Spohr. Se não se lembra ou não viu como foi veja o ON THE ROAD aqui.

E neste ano, um ano que contou com a presença do maior evento geek de todos os tempos (#foiépico) A Comic Con Experience, eu acabei aproveitando tanto que havia me esquecido de que a Video Games Live, o meu show musical favorito, voltaria a São Paulo no dia seguinte!!

Primeiramente tenho que dizer o que foi a Comic Con pra mim. As minhas impressões do evento, tendo em vista que foi o primeiro nessas proporções organizado para o universo nerd brasileiro, se saiu muito bem. Apesar das filas intermináveis (eu já esperava por isso) a organização se saiu muito bem para uma primeira vez. O conteúdo apresentado na CCXP foi de longe um dos melhores que já vi em eventos do tipo no país. Tivemos desde artigos originais utilizados em filmes e séries, como veículos como o Bat-movel da Era Adam West e as fucking armaduras de ouro de Leão versão original e versão Kamui em tamanho REAL!!

IMAG_Post_EPQ_FINDNERD1

Fora os convidados e conteúdos mostrados nos painéis realizados no auditório principal (com filas bem semelhantes a da San Diego Comic Con). Um evento em larga escala par os nerds brasileiros nos moldes dos americanos. Foi bem legal e espero ansiosamente pela próxima edição no ano que vem.
E no dia seguinte no Teatro Bradesco, no shopping Bourbon em São Paulo, vinha a 9 edição da VGL aqui no Brasil. Com uma ação muito legal bancada pela Petrobrás, enquanto se esperava o espetáculo começar, no Hall do teatro ficaram disponíveis 2 simuladores profissionais de Formula 1. Muito reais MESMO acreditem…
Quanto ao show em si, para quem curte boa música e principalmente bons games, não há indicação melhor. Abrindo a sonzera com um mash-up das melhores músicas de Castlevania, Tommy Tallarico aparece arrebentando na guitarra acompanhado da orquestra sinfônica Vila Lobos. Eu sempre penso que ja sei o que esperar da VGL mas mesmo assim eles sempre me surpreendem. Vale o destaque para a Maestra desse ano que além de ter trabalhado em várias trilhas com o deus Hideo Kojima, é fã declarada da franquia Legend Of Zelda e conduziu a trilha do mesmo de uma maneira que eu nunca havia visto. De arrancar lágrimas realmente…

IMAG_Post_EPQ_FINDNERD2

Esse foi mais um fim de semana epicamente nerd e espero que venham muitos outros pela frente. Se havia um jeito de este ano terminar bem, acho que foi assim. Apesar de tudo de ruim que aconteceu em 2014, das várias grandes pessoas que perdemos, houveram sim coisas boas e essas valem ser lembradas.