Vitrine_Postx_Bidu3

SINOPSE

Em Bidu – Caminhos, os autores Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho reimaginam a forma como Bidu e Franjinha, os dois primeiros personagens criados por Mauricio de Sousa, se tornaram melhores amigos. Uma aventura cheia de problemas, surras, desvios de rota, chuva, cachorros, decisões difíceis e ternura.

CRÍTICA RENEGADA

Bidu chegou engrandecendo as prateleiras e nossos corações, e como a quinta Graphic MSP, trouxe mais um personagem nostálgico envolto em um traço incrivelmente cabível, suave e muito bem trabalhado. É lindo ver que mesmo depois de um sucesso enorme e cinco graphic novels lançadas, a Maurício de Souza Produções ainda mantêm a qualidade e a dedicação com tal projeto.

Em Bidu Caminhos veremos o mais lindo cachorrinho azul em uma tremenda aventura a caminho do seu dono Franjinha. Ou melhor, veremos Franjinha contando como seu melhor amigo chegou até ele, ou como ele chegou ao seu melhor amigo, ou vice e versa, ou … rsrsrs

Bidu Caminhos

A Graphic Novel está repleta de onomatopeias estrategicamente colocadas, responsáveis por criar uma conexão com o leitor à lá desenhos animados, e nela veremos diversas referências às aventuras cinematográficas de cães populares dos anos 80.

A personalidade do Bidu é um dos pontos mais trabalhados na HQ e, contrapondo o clássico cãozinho correto e “bom moço”, o protagonista que vemos em Caminhos é falho, sozinho e individualista. Em determinados momentos Bidu contracena com outros cachorros, onde mais demonstra seu temperamento egoísta e, por ventura, real.

São nesses momentos que nos deparamos com a melhor solução gráfica já feita em quadrinhos. Todos sabemos que o Bidu é um cachorro, e que cachorros não falam; e partindo desse princípio básico, nosso tão grandioso e querido Sidney Gusman, junto com Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho criaram uma bela maneira de representar os diálogos, fazendo com que o leitor participe e se envolva o suficiente para amar a obra.

Com uma colorização de deixar qualquer um de boca aberta, Bidu abre as portas para uma nova fase de Graphics MSP, que promete entreter e tirar o fôlego dos leitores que passaram esses anos todos órfãos de Maurício de Souza.

Bidu é engraçado, lindo, tocante, e aventuresco. Uma HQ que diverte, emociona, faz crescer, e te leva pro passado, quando você era apenas uma criança feliz a procura de seu melhor amigo.

A propósito, fiz um vídeo lindo, ó:

AN2_Bidu

ASS_BAH