Vitrine_ER
SINOPSE

Um hacker renegado, uma samurai das ruas, um fantasma de computador, um terrorista psíquico e um rastafari orbital num thriller sexy, violento e intrigante. De Tóquio a Istambul, das estações espaciais ao não-espaço da realidade virtual, o tenso jogo final da humanidade contra as Inteligências Artificiais.
Neuromancer é o primeiro – e ainda hoje o mais famoso – livro de William Gibson. É considerado não só o romance que deu origem ao gênero cyberpunk, mas também o seu melhor representante.

CRÍTICA RENEGADA

Avante Renegados, hoje essa resenha dará um pulo no futuro para falar de uma das obras mais importantes e mais influentes das décadas 80 e 90: Neuromancer.
É um livro ousado que trouxe a tona temas como por exemplo: Inteligência Artificial, implantes corporais e uma distopia no estilo cyberpunk sensacional.

O livro foi publicado em 1984 e conta a historia de Case, um Cowboy (que são como os hackers são chamados) que em razão de uma invas mal sucedido perde o direito de se conectar a Matrix. E sim, o nome esta correto.
Case é envenenado com uma Toxina que danifica seu sistema neural e assim o impossibilita de se comunicar com a famosa rede e a partir de então vive a margem da sociedade desempregado e sem perspectiva de sucesso.
Quando uma mulher em roupas de couro chamada  Molly tenta contrata-lo para realizar uma missão especial, Ele enxerga ali uma possibilidade de ser curado e ter sua antiga vida de volta.

No momento em que eu li Neuromancer pela primeira vez eu fiquei impressionado com tudo que o escritor sugeria como possibilidade de avanço tecnológico. Por mais que a historia por muitas vezes se arraste para contar algo é impressionante o tanto que ele influenciou e foi influenciado por obras marcantes literárias ou do cinema.

A influencia de Neuromancer em Matrix é absurda. Começando pela própria Matrix que no livro é como se fosse um grande servidor onde todos se conectam. Temos também o trio Neo, Trinity e Morpheus encontrado no livro em Case, Molly e Armitage. Molly é mulher misteriosa que usa roupas de couro agarrada e vem oferecer uma proposta a Case. Sim, ela é basicamente a Trinity (com a pequena diferença que ela tem implantes de olhos de inseto no lugar de seus olhos de verdade). Mas anos depois eu também fui descobrir que Molly foi a inspiração para criar Motoko, uma personagem do Mangá e Anime Ghost in the Shell.

Neuromancer é um clássico que obrigatoriamente deve ser lido. Ignore algumas partes chatas ou muito detalhistas do autor. Seu valor é inestimável para a cultura cyberpunk e muitas outras obras que vieram por sua causa.

Curtiu? Compre AQUI

ASSMIKE

Meu twitter: @viciadoemler