Vitrine_Postx0

Avante Renegados! Minha vez de invadir a Season Premiere para falar sobre mais uma série sensacional!

A emissora americana AMC vem se mostrando muita eficiente quando o assunto é drama. Temos a incrível série Mad Men, temos The Walking Dead (que infelizmente está passando por uma má fase) e, indiscutivelmente, temos a Mothafuckin Foda Breaking Bad, que dispensa comentários.

Eis então que em 2011, esta emissora me agraciou com um dos gêneros que mais aprecio em qualquer tipo de veículo: os Westerns. Sim, gosto muito de materiais que tem o Velho Oeste como cenário. E é nessa pegada de bang bang que venho aqui falar da série HELL ON WHEELS!!!

Estamos em 1865, fim da Guerra Civil Americana. Os estados da União (Norte dos EUA) vencem o conflito contra os Confederados do Sul. A escravidão é abolida e o país se fortalece em diversos pontos como a Industrialização e o transporte ferroviário. Somos apresentados a Cullen Bohannon (Anson Mount), um ex-soldado confederado que perdeu mulher e filho durante a Guerra da Secessão. Em busca de vingança, ele vai para o Norte do país jurando encontrar cada um dos responsáveis por sua perda.

Durante esta busca incessante por vingança, Bohannon segue o rastro de um dos assassinos da União até chegar à Hell on Wheels, o canteiro de obras da primeira estrada de ferro Transcontinental do país, construída pela Union Pacific e comandada por Thomas Durant (Colm Meaney), um empresário pilantra que, eu garanto, fará vocês sentirem muita raiva. Bohannon então se torna o capataz de Hell on Wheels.

Hell-on-Wheels-hell-on-wheels-31741452-1600-1200

E é neste cenário que começamos a história e nos deparamos com a verdadeira “terra sem leis”. A série apresenta muitos elementos que condizem com o que realmente acontecia na época. O pequeno canteiro de obras carrega consigo todos os tipos de conflitos, sejam eles políticos, religiosos e até mesmo sociais.

Por se passar logo após a guerra que aboliu a escravidão, vemos bastante a questão dos negros, agora recém-libertos, sendo marginalizados e explorados, assim como também há a exploração de imigrantes como mão-de-obra barata. Prostituição e bebidas também imperam neste tipo ambiente.

Há muitas cenas interessantes e os diálogos são muito bem elaborados. Aliás, esta é uma das características fortes de Hell on Wheels: juntar fatores históricos com elementos bons de roteiro. Com o tempo, a vingança de Bohannon perde a força e o foco vira a evolução dos outros personagens e como suas relações diplomáticas seguem durante a série.

Personagens – Aí vão alguns personagens interessantes de Hell on Wheels: 

Thomas Doc Durant (Colm Meaney)

Doc

Este é o empresário picareta que soube tirar proveito nos tempos de mudança. É o Vice-presidente da Union Pacific e é quem “comanda” Hell on Wheels. É movido pela ganancia e pelo desejo de estar sempre em vantagem. Mas infelizmente para ele, a ambição de Cullem Bohannon sempre está em seu caminho.

Um fato curioso sobre Thomas é que ele existiu na vida Real. Thomas C. Durant, Vice-presidente da verdadeira Union Pacific, foi tão corrupto quanto o da série. Além de ter sido responsável por dirigir uma Fraude que foi considerada a “Operação mais inteligente já feita em ações”, faturou Milhões dos cofres públicos na muquía!!

Cullen Bohannon (Anson Mount)

Cullen

O misterioso forasteiro que caiu de gaiato no meio das intrigas de Hell on Wheels. Todo cheio de marra lembra muito o personagem John Marston do jogo Red Dead Redemption.

Em Hell on Wheels, Bohannon inicia como capataz trabalhando para Durant. E enquanto trabalha na ferrovia, passa por diversas provações que o transformam como pessoa. Durante este processo ele passa a redescobrir o homem que ele poderia ter sido sem que a guerra e a tragédia tivessem intervindo.

Lily Bell (Dominique McElligott)

how-s1-lily-bell-590

Lily Bell é uma jovem viúva de fazer seu próprio caminho em um mundo que não tem lugar para ela. Uma vez que o rosto da ferrovia, agora ela luta para encontrar seu lugar em uma empresa regida por homens. Tendo adotado o sonho de seu marido (morto por um índio Cheyenne no inicio da série), Lily compromete-se a ver a estrada de ferro até a sua conclusão, mas tem que lidar com os sacrifícios morais que tal esforço exige. É também uma das responsáveis por amolecer o coração de Bohannon.

Elam Ferguson (Common)

Elam

Ex-escravo mestiço que iniciou trabalhando como escavador em Hell on Wheels. Elam se mostra diferente de seus companheiros recém-libertos ao provar que quer ser alguém na vida. É evidente a evolução dele como personagem durante a série, como ele começa a adquirir o “respeito” por aqueles que antes o tratavam como lixo. Principalmente após conhecer Bohannon e quando sua responsabilidade aumenta como pai de família. Vale dizer também que, em alguns momentos, ele se parece com Django!

Eva (Robin McLeavy)

Eva

Antes de Hell On Wheels foi capturada por índios e marcada como gado. Eva, no inicio, trabalha como prostituta no canteiro. Sua tatuagem no queixo, feita pelos índios é um grande atrativo para os clientes operários. É mais uma personagem que vai ganhando importância durante no decorrer da série. Passa por diversas situações difíceis, principalmente durante seu relacionamento com Elam Ferguson e como mãe também.

Esta personagem também tem um fato curioso. Suas tatuagens são idênticas as de uma jovem americana chamada Olive Oatman, que em 1851 foi capturada junto com sua irmã e escravizada por índios Yavapai. A história das duas é parecida, mas Olive não termina como uma prostituta.

Sueco (Christopher Heyerahl)

Swede1

O que falar sobre ele? Acho que vou começar dizendo que ele na verdade é Norueguês, e não Sueco. Ele existe para odiar profundamente Bohannon. Com a chegada de Cullem em Hell on Wheels, e o respeito que ele começa a ter por Durant, o Sueco tenta com todas as forças fazer com que ele seja expulso. É o “Joker” dele… rsrsrs

Posso ser suspeito falando isso, mas a série é realmente muito boa. A 3ª temporada acabou em Setembro lá nos EUA e terminou bem, pelo menos para mim. Uma coisa chata é o fato de nós não termos a chance de comprar um box desta série. Mas no Brasil, ela é exibida pela HBO.

Então vamos aguardar juntos a  próxima temporada no ano que vem!! Hell on Wheels pode não ser a série mais popular da AMC, mas não deixa a desejar. Se você quer ver sangue, suor, lágrimas em um bom drama com qualidade cinematografica, fique a vontade!

ASS