“No way, Jose” – Michelle Tanner.

Fala, galeritcha reneguitcha! Tudo bem? O negócio é o seguinte, semana passada, com a Season Premiere de Anos Incríveis, me bateu aquela nostalgia, então hoje, para a alegria de vocês, eu decidi dar mais uma dica de série dos anos 90!

YAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAY!

  – Todos sobre a notícia super especial

TRÊS É DEMAIS, MINHA GENTE! <3

Essa série marcou tanto que é bem difícil achar alguém que foi criança nos anos 90 que não tenha assistido nenhum episódio de Três é demais. Eu tenho uma obsessão com as gêmeas Olsen até hoje! Too much information

Três é demais é aquela típica sitcom antiga, com suas lições, risadas e muito, mas muito amor. Ela conta a história da família Tanner, onde Danny (Bob Saget) deve aprender a lidar com suas três filhas, Donna Jo “D.J” (Candace Cameron), Stephanie (Jodie Sweetin) e Michelle (Mary-Kate e Ashley Olsen) agora que sua esposa faleceu. Para isso ele pede a ajuda do cunhado Jessie (John Stamos) e do seu melhor amigo de faculdade, Joey (Dave Coulier). Juntos eles formam a família mais engraçada e apaixonante da televisão <3

Fh15

Eu não me lembrava muito da série, por ser muito nova, apenas do sentimento que eu tinha ao assistir – o que me fez assistir tudo ano passado – e , surprise, eu me senti do mesmo jeito.

Primeiro de tudo, eu quero palmas virtuais para os atores mirins – tanto a Candace, como a Jodie e a Mary-Kate/Ashley conseguem fazer você sentir que aquilo pode ser real, sabe? As emoções são passadas de um modo leve, mas você sente a perda da mãe delas, como se você estivesse ali. Só no piloto você ri, chora, canta, faz “nhom” – é tudo tão lindo.

E aquela abertura? Não tem como tocar e não parar tudo o que está fazendo só para cantar com um sorriso na cara! Duvida? Ouve só:

[ytp_video source=”X0GuXMPoyhs”]

 

Como toda série de sucesso, existem rumores de uma reunion, maaaaaaaaas… nada confirmado… Pelo menos temos fotos deles juntos que só aumentam os rumores o/

jodie-sweetin-600

Cara, eu não consigo mais falar… Chega a ser indescritível! E vocês? Qual era o sentimento que vocês tinham?