SR54

Filme visto em: 15 de dezembro de 2013 | Bourbon São Paulo IMAX – SP

SINOPSE:

Após os eventos de O Hobbit: Uma Jornada Inesperada, Bilbo Bolseiro continua sua jornada em conjunto com Gandalf, Thorin Escudo de Carvalho e a companhia dos anões até a montanha solitária, para retomar Erebor do terrível Smaug. Bilbo agora começa a fazer uso do misterioso anel mágico que achou na caverna do Gollum.

CRÍTICA RENEGADA:

Bem, posso começar dizendo que este era um filme bem esperado. Isso acaba elevando as expectativas e isso pode ser bom ou ruim. Na opinião deste renegado, A Desolação de Smaug foi um grande filme para aqueles que não leram a obra original de Tolkien. O filme teve dinamismo apesar de suas quase três horas de duração. Mesmo nas partes com mais diálogos e mais explicativas, o interesse e a atenção ao que estava acontecendo não cairam. As cenas mais rápidas e de ação ficaram fantásticas e os efeitos visuais de chorar. (recomendação do renegado Mike: Assistam em 4D). Ao falar de efeitos visuais, é claro, é obrigatório falar do dragão. O que de fato chama atenção não é o CG que o compõe, mas a criação da voz do personagem feita genialmente por Benedict Cumberbatch, o que dá um ar de soberania e superioridade sem igual a Smaug. Uma das grandes polêmicas que roderam esse filme durante os meses antes de seu lançamento se dá graças a personagem Tauriel, interpretada por Evangeline Lilly. Uma Elfa da floresta de Mirkwood que foi criada exclusivamente para o filme. Suas cenas são muito boas no quesito de ação, a atriz convenceu no seu papel, mas não vi onde ela poderia acrescentar a história. Claro que para fazer três filmes de um livro que nem é tão complexo, é preciso caprichar bastante na encheção de linguiça história secundária e personagens de apoio. Destaco também Ian McKellen que apesar da idade em que está, conseguiu trazer o Gandalf do Hobbit de maneira magistral novamente.
apesar das inserções no roteiro de personagens próprios e de detalhes de outras obras Tolkianas, o filme permanece fiel ao plot principal. Encarei como uma boa adaptação. #AVANTE!

NOTA: icon_pubjoe_clapicon_pubjoe_clapicon_pubjoe_clapicon_pubjoe_clap

Direção: Peter Jackson
Elenco: Ian McKellen, Martin Freeman, Richard Armitage, Ken Stott, Graham McTavish, William Kircher, James Nesbitt, Stephen Hunter, Dean O’Gorman, Aidan Turner, John Callen, Peter Hambleton, Jed Brophy, Mark Hadlow, Adam Brown, Orlando Bloom, Evangeline Lilly, Lee Pace, Cate Blanchett, Benedict Cumberbatch, Mikael Persbrandt, Sylvester McCoy, Luke Evans, Stephen Fry, Lawrence Makoare e Manu Bennett
Roteiro: Fran Walsh, Philippa Boyens, Guillermo del Toro e Peter Jackson
Produção: Carolynne Cunningham, Fran Walsh e Peter Jackson
Edição: Jabez Olssen
Fotografia: Andrew Lesnie
Trilha Sonora: Howard Shore
Gênero: Aventura/Fantasia
País: EUA/Nova Zelândia
Duração: 161 min.
Ano: 2013
Estúdio: Metro-Goldwyn-Mayer (MGM)/ New Line Cinema
Classificação: 12 anos

Não se esqueçam de comentarem, compartilharem e o que vocês quiserem! Até mais!

ERIC_ASS