SÉRIES | ONE PUNCH MAN: SOCO NA CARA DO CLICHÊ

A algum tempo, nós aqui do Renegados fizemos um belo cast sobre, o que acontece com os animes nos dias de hoje. Afinal, temos exemplos um tanto quanto alarmantes da péssima qualidade de animação, retorno de clássicos, porém sem roteiros que chamem atenção e animem e até continuação de longos animes que já terminaram, mas ainda há o que ser sugado deles. Para a galera que acompanha assiduamente o mundo dos animes, sempre existem novidades que saem fora da curva, muito bem produzidas, porém que não chegam ao main streaming, sendo conhecidas apenas pela comunidade otaku.

Pois bem, um desses surgiu aproximadamente a um ou dois anos atrás em mangá e começou a chamar a atenção da galera por uma aparente trama de comédia e ação non-sense.

One Punch Man, conta a história de Saitama, um rapaz que tem como hobby, ser um super-herói. O único problema de Saitama é que devido a um incrível treinamento sem nada de especial ao qual ele se dedicou por 3 anos, ele acabou se tornando forte demais e acaba derrotando qualquer inimigo com apenas 1 soco. Nós então acompanhamos Saitama em sua jornada para achar um inimigo que consiga desafiar a sua força. Só que não…

Apesar de Saitama, o homem de um só soco, ser o protagonista da série, tudo que há pra ser desenvolvido sobre ele, é mostrado no primeiro episódio! Afinal de contas ele já é o mais overpower da história, quebrando assim todos, eu disse, TODOS os clichês de animes de ação que conhecemos. Chega a ser quase uma sátira aos velhos animes da Shonen Jump, onde, entranhado em meio a diferentes crônicas e alguns fillers, vemos sempre o mesmo plot: Temos o herói. Aparece o vilão. Herói apanha. Herói treina pra ficar mais forte. Herói derrota vilão. Surge novo vilão. Herói apanha. Herói treina pra ficar mais forte, e por aí vai infinitamente.

IMAGEM ONE PUNCH

Agora vem a grande pérola deste anime: Por ser um personagem invencível desde o primeiro episódio, o anime automaticamente se obriga a desenvolver o plot em cima dos coadjuvantes, fazendo-se necessário o desenvolvimento de personalidades fortes e excitantes para que a história prenda o expectador. Queremos ver os caras que se acham mais fortes interagindo com Saitama sem nem conhecer o poder dele, assim desenvolvendo uma crônica engraçada e supreendente. Esta é uma maneira de construir uma história que eu ainda não havia visto no mundo dos animes (que aliás, dei uma afastada nos últimos anos) e com o tempero clássico do humor non-sense torna-se indispensável para qual quer fã.

IMAGEM ONE PUNCH 2

Outro ponto que devo ressaltar é a qualidade da animação. Como disse anteriormente, temos visto nos últimos tempos muitos animes com uma animação de qualidade mediana e até ruim (vide Dragon Ball Super que gerou até alguns belos memes). One Punch Man, veio com um belo traço em sua animação e cenas com grande qualidade variando de um desenho artístico e detalhado, até aquele gráfico sujo e rabiscado para as cenas de ação desenfreada. É realmente bonito de se assistir ao trabalho produzido pela Madhouse que já possui um histórico de belas animações com Trigun e Death Note.

Fica aqui então meus caros, a sugestão deste excelente e quebrador de paradigmas, anime de ação/comédia, que graças a tudo que citei acima (acredito eu), tão logo saiu da obscuridade e se tornou viral nas redes sociais. E como comentário pessoal, dono de uma das melhores aberturas de anime que já vi, brilhantemente musicada pelo JAM Project, que também possui um belo histórico.

  • Jorge Augusto

    Belo artigo, Eric! Grande abraço.

  • Podegoso Shumy

    One punch man é sensacional! Espero que a série não sature

  • One Puuuunnchhhhhh A abertura é foda! JAM Project ♥